08 abril 2008

As Velhas da Praia

Velha da Praia / Óleo sobre Tela / 50x40 cm

Os nossos Velhos sempre despertaram em mim um enorme fascínio, é o motivo que mais gosto de pintar, sinto-me a viajar num tempo que não me pertence.

A presente obra, baptizada de “Velha da Praia”, tem a particularidade de reunir um conjunto de factores que me levam a considerar como sendo a obra perfeita:

Durante um nostálgico passeio ao final da tarde numa praia de pescadores do Norte de Portugal, encontrei um grupo de velhas Senhoras sentadas na areia em roda de uma fogueira – há quem lhes chame as “velhas da praia” – que descansavam de mais um dia de lida entre o mar e a terra, ostentando os seus tradicionais xailes negros sobre as costas e lenços cobrindo os longos cabelos brancos, trocavam algumas palavras de uma vida recheada de histórias fantásticas;

Máquina fotográfica em punho, sentei-me perto delas e entre sorrisos tímidos fui disparando até aquela imagem ideal;

Todas aquelas expressões, vozes, cheiros, luz e sombras de um por de sol tranquilo regressaram comigo numa vontade ansiosa de começar uma obra que me daria imenso prazer realizar;

Pedro Ferreira

____//____

Barco Negro

"São loucas! são loucas! loucas... Vi depois, numa rocha, uma cruz,
E o teu barco negro dançava na luz
Vi teu braço acenando, entre as velas já soltas
Dizem as velhas da praia que não voltas:
São loucas! loucas..."

David Mourão Ferreira

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentários